É a mais simples das etanolaminas e resulta da reação de amônia com óxido de eteno. Líquido límpido, ligeiramente viscoso e pouco volátil de odor amoniacal, higroscópico, solúvel em água e na maioria dos alcoóis e polióis. Monoetanolamina é tóxico, inflamável, corrosivo, e possui odor similar ao amoníaco.

Aplicação do Monoetanolamina – MEA:

  • Fabricação de sabão e detergentes, tintas, tinturas e borracha;
  • Desinfetantes;
  • Desengraxantes;
  • Em mistura com boro para sua melhor assimilação da substância na agricultura;
  • Agentes tensoativos;
  • Tratamento de gases;
  • Catalisador para resinas;
  • Inibidor de corrosão;
  • Plastificantes;
  • Produtos farmacêuticos;
  • Aceleração de vulcanização em indústria de borracha, entre outros.


Utilizado nos seguimentos:

AUXILIARES TÊXTEIS | CASAS QUÍMICAS | METAL WORKING | TINTAS-RESINAS-ADESIVOS | AGROQUÍMICOS | LUBRIFICANTES | HOUSEHOLD | PLÁSTICOS E BORRACHAS